Quanto de proteína o corpo consegue absorver em uma única refeição?

Há uma filosofia na sociedade de musculação, que diz que o corpo pode usar apenas uma pequena quantidade de proteína por refeição, enquanto que o excesso é liberado para fora do corpo e não é utilizado. Muitos acreditam que comer 5-7 pequenas (20 a 30 gramas) refeições de proteína irá ajudá-los a construir músculos, mantê-los em um estado anabólico durante todo o dia e aumentar o metabolismo.

Vamos imaginar dois atletas, ambos pesam cerca de 180 quilos. Ambos ingerem 180 gramas de proteína por dia, mas a primeira pessoa come 6 refeições de 30g de proteína por dia, e a segunda leva toda a proteína em uma grande refeição. Se a filosofia acima é verdade, que o segundo atleta cairia em uma deficiência de proteína, porque ele só consegue digerir 30 gramas de proteína dos dados de 180 gramas. Se esta é a forma de um corpo humano funciona, seria desvantagem.

Qual é a diferença entre os dois atletas no caso acima? O primeiro, obviamente, têm períodos de digestão mais curtos (é mais fácil de digerir 30 gramas de proteína do que 180, certo?), enquanto o outro terá longo período de digestão, mas seu corpo vai usar toda a proteína dada.

No caso de você acreditar na filosofia de que apenas 20-30 g de proteína pode ser absorvida e provocar um impacto anabólico máximo, e todo o excesso de proteína é desperdiçado,há um estudo sobre a alimentação da proteína conduzido por um pesquisador francês com o nome de Marie-Agnès Arnal na perda de proteína e melhoria do anabolismo proteico. Em um estudo de 14 dias, Arnal e seus colegas não encontraram nenhuma diferença na massa livre de gordura ou retenção de nitrogênio entre a consumir 79% de proteína necessárias no dia (aproximadamente 54 g) em uma refeição, em relação ao mesmo montante, distribuídos por 4 refeições por dia.

Na verdade, o tratamento de dose única realmente causou uma melhor retenção de proteína muscular do que o “4 refeições por dia de tratamento”. Isso aumenta as chances de que à medida que envelhecemos, maiores as quantidades de proteína podem ser necessários para obter o mesmo impacto sobre a conservação e armazenamento de proteínas ao invés de quantidades menores quando somos jovens.

Outro estudo sobre a retenção de proteína é o realizado pela Maarten R. Soeters, que não viu nenhuma diferença em glicose, lipídios, ou o metabolismo de proteínas entre um tratamento intermitente de jejum(envolvendo ciclos de jejum de 20 horas) e um padrão de dieta.

Em outras palavras, a quantidade de proteína que pode ser utilizada pelo seu corpo em uma refeição é muito maior do que 30 g e que é, na verdade, mais perto do valor que é eficaz para um dia inteiro. Alguns estudos dizem que a quantidade de proteína que pode ser utilizada em um dia inteiro fica perto 1g/kg para atletas naturais. Então, fique à vontade para comer mais do que os tradicionais 30 gramas de proteína por refeição e comer menos do que 5-6 refeições por dia.

CURTA NOSSA PÁGINA!

DIGITE AQUI O QUE PROCURA!

RECEBA AS NOSSAS DICAS!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do site!

Siga-nos no google +